Saiba como é possível poupar combustível!

Visando evitar o desperdício de dinheiro, no post de hoje iremos falar sobre algumas lições que nos ajudam a poupar combustível. Tratam-se de provas reais do que você não deve fazer dirigindo o seu carro, em diversas situações.

O Fiat Mille Economy foi o carro escolhido para este teste. O veículo rodou por 4 km em cada uma das situações propostas, em um tempo que não ultrapassasse os 3min45. As trocas de marchas ocorreram sempre na mesma velocidade, cuidando para que o carro chegasse aos 80 km/h antes dos 30s iniciais. Depois, mantinha-se essa velocidade constante durante o trecho, desacelerando apenas a 100 m da linha final. Por fim, descobriu-se que o pior inimigo do planeta está mesmo atrás do volante.

Para medir a situação de má regulagem, calibração de pneus fora dos padrões e excesso de peso que acarretam no consumo de combustível, foram feitas três passagens, onde o consumo, nesta situação, marcou 0,2678 ml de álcool nos 4 km rodados pelo equipamento PLU, ou seja, menos que uma lata de refrigerante. Assim, a média de consumo foi de 14,93 km/l. Vemos então, que não foi uma tentativa de conseguir o melhor dos números, e sim, algo dentro de uma perspectiva normal de trânsito.

Na situação em que os vidros estão abertos o consumo de combustível piora 6,4%. No caso do Mille a superfície com os vidros abertos deixa de ser lisa, desta forma, o carro precisa fazer mais força para “atravessar” o ar, sem a mesma fluência. Além disso, com o tanque de 50 litros do Mille, seria possível rodar 47 km a menos em uma viagem.

No caso dos pneus murchos, o consumo piora 8%, devido à freqüência com que isso ocorre. É importante ressaltar que os pneus são a única fronteira entre seu carro e o asfalto e que toda a tecnologia empregada de nada adianta se eles estiverem fora da recomendação. No teste foi possível perceber que com os pneus pressurizados com apenas 20 libras, o consumo caiu 1,25 km/l, fazendo com que você rode 76 km a menos com um tanque do Mille Economy.

A carga total que o carro suporta é um dos fatores que mais consome combustível. A carga total que o carro pode suportar, contando com o motorista, é de 400 kg. Ao testar a carga do Mille, colocando 398 kg de peso, constatou-se que o carro não passou dos 13 km/l, fez a volta em 3min42s e demorou 28s para atingir os 80 km/h de velocidade. Assim, é importante lembrar que andar com cinco ocupantes do porte das pessoas do teste, às vezes, pode ser inevitável. Neste caso, o melhor a fazer é, na medida do possível, aliviar o pé do acelerador.

Não podemos deixar de mencionar um dos piores casos de desperdício de combustível, o qual tem seu consumo piorado em 61,2%, trata-se do caso em que contém cinco ocupantes, faróis acesos e vidros abertos, concomitantemente. Casos assim acontecem, principalmente, nas férias de fim ano, onde boa parte dos motoristas faz do carro um “coração de mãe”, em que sempre é possível caber mais um. Rodando com 498 kg de peso, o resultado foi grave, tendo 2,38 km rodados a menos por litro, sendo necessário reabastecer o tanque 119 km antes do que se estivesse em condições normais de uso. Levando em conta que o litro do álcool custa, em média R$2,29, o custo da viagem acaba mudando de R$0,14/km rodado para R$0,17/km rodado.

Aprendeu? Agora depende de você, começar a colocar em prática todas as lições e fazer sua parte para preservar o seu bolso e o ar que respiramos. Confira mais dicas de como evitar o desperdício de combustível lendo a matéria na integra feita pelo portal carro online, clique aqui.

Fonte: Carro Online

Sobre DryWash

Rede especializada em produtos e serviços para limpeza e conservação de veículos. Com foco em desenvolvimento sustentável, inovação e qualidade.
Adicionar a favoritos link permanente.