Prosperidade ou retrocesso? São Paulo e seus 7 milhões de carros


Motivo de comemoração para os amantes de transporte individual e de preocupação para aqueles que valorizam o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida, estima-se que São Paulo irá atingir, até o fim de Março, a marca de 7 milhões de carros. Sinal de que a cidade transformou-se em uma metrópole digna de primeiro mundo, onde, cada vez mais, as pessoas podem satisfazer seus desejos de consumo, ou é sinal da vitória do retrocesso e do passado em detrimento da construção de uma cidade mais equilibrada e agradável de viver?

Os números e dados espantosos nos ajudam a perceber como a cidade vem sendo afetada pelo aumento do número de veículos pelas ruas. Os quase 7 milhões de veículos existentes, ajudam a ocupar 17 mil quilômetros de ruas e avenidas pavimentadas, a partir daí, já é possível perceber o por quê dos congestionamentos estarem cada vez mais presentes em nosso cotidiano. Outro dado espantoso, é o fato da frota de veículos crescer seis vezes mais do que a população de São Paulo, já temos mais veículos por habitantes do que em países como Japão, Estados Unidos e Itália!

Um dos fatores que contam bastante para esse número ter crescido é o cultural, onde se valoriza o sonho de possuir o carro próprio, acarretando na criação programas de facilitação de crédito que viabilizam a compra de veículos para todas as camadas da sociedade. Tal lógica nos mostra que adquirir um carro é um direito de todos tanto quanto o direito pela saúde, educação e etc, fazendo com que a situação viesse a piorar ainda mais.

Devemos tomar caminhos para mudar essa realidade, evitando o uso de carro a toda e a qualquer circunstância, necessitamos, sempre que possível, andar de bicicleta, a pé ou transporte coletivo, muitas vezes pode ser agradável e menos conflitante, Além disso, é necessário exigir uma atitude de nossas autoridades públicas, que devem fazer pesados investimentos em transportes coletivos ao invés de desperdiçar o dinheiro público em obras viárias, que são absurdamente caras. É necessário ainda, criar campanhas e ter uma fiscalização em obras que garantam contribuição para uma transformação gradual e benéfica para tornar São Paulo uma metrópole mais sustentável e agradável a todos os habitantes.

Fonte: Carta Capital

Sobre DryWash

Rede especializada em produtos e serviços para limpeza e conservação de veículos. Com foco em desenvolvimento sustentável, inovação e qualidade.
Adicionar a favoritos link permanente.