Preparando o país para a Política Nacional de Resíduos Sólidos

Uma dupla de empresários brasileiros investiu R$250 mil em uma máquina que recolhe embalagens descartadas e que, além de facilitar a vida do consumidor, o premiará pelo volume retornado. A idéia foi importada da Noruega, e a partir disso, os empresários criaram a Susten Trading para vender no Brasil os produtos da Tomra, marca escandinava que tem mais de 100 mil máquinas de coleta recicláveis espalhadas pelo mundo, a qual reconhece o tipo de produto e o fabricante, fazendo um inventário completo dos produtos extornados.

A dupla Thiago Von Gal e Felipe Kurc nos mostra que esta idéia será uma alternativa para os fabricantes brasileiros que se tornarão responsáveis por recolher os produtos que colocam no mercado quando a Política Nacional de Resíduos Sólidos entrar em vigor, cuja lei ainda não foi aprovada. Além disso, os empresários estão negociando com potenciais clientes para colocarem as máquinas nos pontos de vendas.

Von Gal destaca que os custos para a implementação da máquina serão mais altos do que os custos das lixeiras coloridas. No entanto, será possível notar mais benefícios para todos nós, além disso, a máquina produzirá relatórios que ajudarão as empresas a documentar os produtos que estão retirando do mercado. Será possível também, personalizar a máquina com a arte da empresa, cumprindo o papel exigido por lei, e ainda por cima, funcionando como uma estratégia de marketing.

Estima-se ter cerca de 100 máquinas em funcionamento no país ainda neste ano. Os empresários acreditam que há potencial para ter mais de 5 mil máquinas instaladas à longo prazo e só para o primeiro ano de operação projeta-se uma receita de R$ 850 mil.

Fonte: Revista Exame

Sobre DryWash

Rede especializada em produtos e serviços para limpeza e conservação de veículos. Com foco em desenvolvimento sustentável, inovação e qualidade.
Adicionar a favoritos link permanente.