Movimento Empreenda faz seu quarto evento, em SP

O Movimento Empreenda também está na Semana Global de Empreendedorismo. Na noite de terça-feira, 13 de novembro, o projeto da Editora Globo reuniu mais de 200 pessoas no auditório do Centro de Convenções Torre Santander, na capital paulista, para três palestras com renomados empreendedores. A plateia soube mais sobre a trajetória de Carla Sarni, fundadora da rede Sorridents, Lito Rodriguez, fundador da DryWash, e de Robinson Shiba, presidente da Trend Foods, empresa que reúne marcas como China In Box e Gendai.

Para começar, Carla Sarni, da rede de franquias Sorridents, contou um pouco a origem dos valores de sua empresa. Filha de um motorista de ônibus e de uma cabeleireira, ela saiu de casa, na cidade de Pitangueiras, no interior paulista, para estudar Odontologia em Alfenas (MG). Para Carla, seus valores têm origem no sonho de montar algo que desse para população um tratamento digno, pois a população da classe C tem os mesmos direitos de qualquer outra: direito de comer bem, morar bem, ter saúde. “Onde eu estudei tinha um tipo de estágio. O período obrigatório era de três meses, mas eu ia o ano todo. Ir lá atender as pessoas mais necessitadas me fazia muito bem. Uma criança não escolhe com que conta bancária vai vir. Eu me deparava com crianças que sequer tinham feijão no prato”, diz Carla. Ao se mudar para São Paulo, viu clínicas usarem produtos de baixa qualidade em clientes que podiam pagar menos, teve a certeza de que não era aqui que queria para o seu negócio. Hoje, 17% dos clientes da Sorridents são das classes A e B.

Investimento em pessoas
Depois de Carla Sarni, Lito Rodriguez, falou sobre como surgiu a ideia de lavar carros a seco e revelou que desde cedo, sempre teve muita vontade de empreender. Mas ele só se tornou um empreendedor quando foi demitido de uma empresa familiar, aos 25 anos. “Foi minha grande lição de vida: eu não fazia o que gostava, o dia não passava. Eu não tomei a decisão de pedir demissão, mas fui demitido. Aquilo doeu muito em mim”, afirma. A lição foi forte e fez com que ele entrasse num negócio com um cunhado, mas saiu pouco depois por perceber que o parente tinha uma cultura diferente da dele.

Depois de sair do negócio com o cunhado, abriu um lava-rápido, que tinha um investimento inicial baixo e decidiu que desde o começo era preciso apostar nas pessoas. “Não podia ter trabalho escravo, como hoje vemos na maioria desses negócios. O funcionário é motivado a não se desenvolver, recebe por diária. Isso acontece muito nas grandes capitais. Em 1994 isso era prática comum”, afirma Rodriguez.

A DryWash apostou em cobrar o preço que o trabalho custava para ser realizado com qualidade e Lito Rodriguez percebeu que os clientes percebiam o valor da cultura da empresa. “Todo nosso desenvolvimento é para fortalecer nossa cultura para tentar deixar legado não apenas para a companhia, mas para outros negócios”, diz.

A DryWash poderia ter apostado em se posicionar como uma empresa sustentável, mas embora não use água para lavar os carros, preferiu continuar apostando internamente em seus funcionários. “Queremos perpetuar o nosso negócio”, afirma.

“Um dentista que vende yakissoba”
Para fechar a sequência de palestras, Robinson Shiba, da Trend Foods, se lembrou da viagem que fez aos Estados Unidos ainda jovem, quando teve a ideia de trazer para o Brasil um negócio de comida chinesa para delivery. Fundou a China In Box em 1992, quando abriu a primeira loja em Moema, na capital paulista. Como não tinha dinheiro para abrir mais lojas, decidiu implantar o sistema de franquias, por entender que essa era uma boa possibilidade de crescimento, com penetração territorial muito rápida.

Em julho de 2008, já antecipando tendência de consolidações no mercado, as redes China In Box e Gendai se uniram. “Juntamos, fizemos troca de cotas, capturamos outras sinergias, unimos o departamento de treinamento, as operações, e fizemos fusão para Trend Foods”, diz Shiba.

Fonte: http://movimentoempreenda.revistapegn.globo.com/news/2012/11/movimento-empreenda-faz-seu-quarto-evento-em-sp-137.html

Sobre a DryWash

A DryWash é uma empresa-modelo em limpeza e conservação automotiva, que não utiliza água no processo de lavagem, além de ser comprometida com a sustentabilidade, visando o desenvolvimento e a qualidade de vida dos colaboradores e da comunidade e o cuidado com o meio ambiente. Sua história começou em 1994 e, atualmente, a marca é composta por uma rede de franquias, uma franqueadora que oferece suporte administrativo para franqueados e ainda uma indústria química que produz toda linha de produtos DryWash e também para outras empresas no modelo Private Label.
Mais informações: www.drywash.com.br

Sobre DryWash

Rede especializada em produtos e serviços para limpeza e conservação de veículos. Com foco em desenvolvimento sustentável, inovação e qualidade.
Adicionar a favoritos link permanente.