Como ter um passeio seguro com o animal de estimação

 

Os bichos de estimação já são considerados os novos membro das famílias. Cães, gatos e até outros tipos de animais exóticos, se tornaram companheiros fiéis no dia-a-dia das pessoas. Contudo, devemos nos atentar na hora de levar nossos pequenos companheiros e melhores amigos para passear ou viajar dentro do carro.

Certas situações podem até parecer bonitinhas, como deixar o animal com a cabeça e patas para o lado de fora da janela do automóvel, enquanto o mesmo está em movimento. Porém, esse tipo de atitude é perigosa, pois tira a atenção do condutor do veículo, dos passageiros e também dos pedestres, além de causar problemas à saúde do Pet e ser uma infração de trânsito, passível de multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação.

Por isso, para evitar multas e garantir a segurança máxima de todos dentro e fora do carro, o ideal é transportar os pets em caixas e bolsas no banco traseiro do veículo. Esse tipo de transporte é fundamental para animais mais ariscos, fujões ou que se estressam ou se escondem com certa facilidade, como por exemplo: os gatos.

oto - André Lessa - Estadão

foto – André Lessa – Estadão

A faixa média de preço das caixas e bolsas para o transporte dos pets é variável, pois assim como os animais, elas também são de diferentes tipos, tamanhos e materiais, e assim, dependendo do modelo, podem custar de R$ 30 a R$ 1 mil.

Animais mais tranquilos ou que já estão acostumados a passear dentro do automóvel, podem ser transportados em cintos de segurança com adaptadores, que são facilmente encontrados em pet shops. Apesar de serem mais utilizados por donos de animais de estimação de médio e grande porte, os adaptadores são de fácil regulagem e se adéquam aos pequeninos também. Em média, eles custam de R$ 30 a R$ 45.

Os animais também não podem ser transportados soltos do lado de fora dos veículos ou em cima de carrocerias, como em pick-ups e caminhões. Andar com os pets nessa situação é considerado infração grave, com multa de R$ 127,69 mais cinco pontos na carteira, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.

Além disso, algumas outras dicas também são muito importantes para garantir a segurança e bem estar de seu animal de estimação. lembre-se de nunca dar medicamentos sem orientação veterinária, não coloque o seu bicho no banco da frente, não grite ou brigue, pois isso pode assustar o animal e poderá causar algum problema, como saltos inesperados para o lado de fora pela janela.

Adicionar a favoritos link permanente.