Para que serve o bombardeamento de nuvens?

http://retironoticias.com.br/wp-content/uploads/2012/05/Produzindo-chuvas-artificiais.jpg

http://retironoticias.com.br/wp-content/uploads/2012/05/Produzindo-chuvas-artificiais.jpg

Também conhecido como pulverização de nuvens, é um dos métodos utilizados no combate à estiagem e secas. Muito utilizada em regiões semi-áridas do nordeste do Brasil, esta técnica consiste em introduzir nas nuvens, alguma substancia que acelere a formação de gotas de água.

O funcionamento é relativamente simples, e existem 3 formas de se bombardear as nuvens

Queimadores terrestres – São máquinas feitas para ferverem um composto de cloreto de sódio (sal de cozinha)

Nuvem de sal – é a técnica mais usada. Uma aeronave voa sobre a área atingida pela estiagem, a uma altura entre 3500 e 4000 metros de altura, liberando uma solução concentrada de água e sal, em forma de névoa.

Foguetes salgados – Uma outra forma de se realizar o bombardeio, é o lançamento de foguetes com pequenas cargas de sal, que, ao atingir as nuvens, é acionado, explodindo e lançando a carga em todas as direções.

Este método se popularizou muito no Brasil nos últimos 60 anos, desde as intensas lutas contra a seca no nordeste brasileiro na década de 50. Mas apesar de sua grande simplicidade, este processo não tem sua eficácia comprovada.

Além disso, existe o contraponto de que essa intervenção do homem possa trazer prejuízos ao meio ambiente e resultados não controlados no futuro.

Esta medida drástica e incerta só é tomada em tempos de secas severas e estiagens muito duradouras, com o objetivo de reabastecer reservatórios de água que se encontram em nível crítico. O ideal para todos seria um ambiente onde tal processo não fosse necessário.

É importantíssimo que a população seja conscientizada em relação ao uso responsável de água em épocas de sol intenso e falta de chuvas. A conscientização deve ser feita o ano inteiro, e não apenas quando os reservatórios atingem níveis críticos de água.

 

Fontes:

http://cienciasetecnologia.com/chuva-artificial/
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-e-feito-o-bombardeamento-de-nuvens-para-provocar-chuva
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bombardeamento_artificial

Sobre Marcelo dos Anjos

Estudante de Publicidade e Propaganda, ama design, fotografia, desenho e sonha ser um ilustrador quando se tornar gente grande. É responsável pelo setor de comunicação interna e externa da empresa DryWash.
Adicionar a favoritos link permanente.