A infância abreviada pelo trabalho

Não é de hoje, que todos os dias nos deparamos com milhares de crianças trabalhando nas ruas, seja vendendo bugigangas, vigiando carros, distribuindo panfletos ou engraxando sapatos. No Brasil o trabalho infantil é proibido para menores de 14 anos, mas na prática, esta lei está longe de se tornar realidade, visto que, ainda há mais de 5 milhões de crianças trabalhando por todo o país , sendo que grande parte delas esta submetida a condições irregulares de trabalho, onde, muitas vezes, exercem trabalho escravo ou são usadas para pagar dívidas de seus pais.

Ainda assim, constatou-se que grande parte do trabalho infantil encontra-se escondido no setor agrícola, muitas vezes, feito em troca de pouca ou nenhuma remuneração. O Nordeste é a região que apresenta o maior índice de crianças que trabalham, as quais se dividem em atividades voltadas ao cultivo de cana-de-açúcar, do abacaxi, do coco e do sisal. Esse tipo de atividade afeta não só o desenvolvimento da criança na escola, como também, acarreta diversos problemas de saúde, como doenças laborais e acidentes de trabalho.

Apesar desse triste cenário, ainda temos motivos para não desanimar, visto que vários estudos apontam o Brasil como exemplo de diminuição do trabalho infantil, graças às iniciativas governamentais e a Estatutos como o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que instituiu diretrizes e políticas públicas voltadas para esse tema, fazendo com os índices de trabalho infantil venham diminuindo em nosso país. No entanto, no caso de programas sociais, vemos que muitos priorizam criar soluções para crianças menores de 10 anos, o que funciona bem na zona rural, mas não surte grande efeito nos adolescentes, especialmente, das grandes cidades, onde trabalham no mercado informal, fazendo muito mais dinheiro do que os programas oferecem.

Não podemos negar que houve avanços nessa luta, mas ainda temos um longo caminho pela frente até conseguir resolver essa questão. Vale ressaltar que a grande importância na resolução da questão do trabalho infantil, vai além da proibição dessa prática, é preciso criar uma base social para todas as crianças e adolescentes que vivem nestas condições.

Fonte: Rede de Mobilização Social

Sobre DryWash

Rede especializada em produtos e serviços para limpeza e conservação de veículos. Com foco em desenvolvimento sustentável, inovação e qualidade.
Adicionar a favoritos link permanente.